Ator do “Cantiga de ninar” é destaque em programa da TV Tambaú

jacinto

Jacinto Moreno com o cineasta itabaianense Vladimir Carvalho

O ator e videasta Jacinto Moreno, que faz parte do Grupo Experimental de Teatro de Itabaiana e do núcleo de audiovisual do Ponto de Cultura Cantiga de Ninar, protagoniza episódio de “Alta tensão”, programa da TV Tambaú, de João Pessoa, que está sendo produzido para estrear no dia 1º de outubro às 13h30. Também fazem parte do elenco de “Alta tensão” os atores Jacinta de Lourdes, Andressa Mares, Claudia Cavalcante, Ricardo Diamante e Pedro Rafael Moreno.

Contar histórias de tragédias que aconteceram por descuidos para que as pessoas passem a ter cuidado com a rede elétrica. Este é o objetivo do ‘Alta Tensão’, novo projeto que entrou na programação da TV Tambaú a partir do dia 6 de agosto. Uma série que mostra histórias verídicas de pessoas que tiveram um contato trágico com a energia elétrica.

Jacinto Moreno é ator e produtor de vídeos, assinando roteiro e produção de vários filmes. Na TV, participou da minissérie “Geração Saúde” pela TV Escola de Brasília.

 

 

Projeto Boa Praça leva diversão e entretenimento para crianças de Itabaiana

paca

O projeto “Boa Praça”, desenvolvido pelo Ponto de Cultura Cantiga de Ninar, reuniu dezenas de crianças na Praça Epitácio Pessoa, em Itabaiana, nesse domingo (25) e contou com a participação dos atores Edglês Gonchá e Fred Borges, além de voluntários educadores e recreadores.
As brincadeiras começaram por volta das 7 horas. A atividade provocou uma intervenção na rotina de crianças que só têm a TV como fonte de lazer nos domingos da cidade.

No evento do Projeto Boa Praça, as crianças também receberam orientações sobre educação física, maquiagem e modalidades de brinquedos de outras gerações.

Para Renaly Oliveira, da coordenação do Ponto de Cultura Cantiga de Ninar, o projeto tem como objetivo otimizar os espaços existentes nas praças da cidade e levar as ações culturais e de lazer destinadas ao público infanto-juvenil. “Levamos uma forma de reviver a infância, desenvolvendo brincadeiras lúdicas, um momento de diversão e lazer para as crianças e adolescentes”, comentou.

Os monitores do Ponto de Cultura Cantiga de Ninar adiantaram que não recebem nenhum apoio oficial, apenas dependem do trabalho de voluntários com a finalidade de fortalecer cada vez mais os vínculos entre as famílias e dar opção de lazer sadio às crianças. “Estamos cogitando de desenvolver oficinas de teatro, dança e cinema nas praças, já que não temos sede”, acrescentou Renaly.

praca

Imagem

za

Academia de Cordel participa do programa “Em Discussão” da TV Assembleia

downloadOs poetas Thiago Alves e Sander Lee, ambos diretores da Academia de Cordel do Vale do Paraíba – ACVPB, foram entrevistados pelo jornalista Rafael Oliveira, mediador do Programa “Em Discussão”, da TV Assembleia, cuja transmissão ocorrerá na próxima terça-feira, 13/09/2016, às 21:00 horas, através dos canais: 40.2 digital; 11 NET e 340.2 GVT, como também poderá ser acessada através da internet, no portal da Assembleia Legislativa da Paraíba (www.al.pb.gov.br).

O cerne da discussão foi saber se o índice de leitura tem diminuído e o mediador explorou bem os poetas, que têm experiência com projetos de motivação à leitura, sendo um deles o “Biblioteca Viva”, além de integrarem o GT do Plano estadual do livro, leitura, literatura e bibliotecas.

A ACVPB mantém um posto de troca de livros no Fórum Cível Des. Mário Moacyr Porto e pretende, em parceria com a Associação Profissional de Bibliotecários da Paraíba – APBPB, estender essas ‘bibliotecas vivas’ em pontos estratégicos da cidade.

Sander Lee, que também é presidente da APBPB, informou que a pesquisa Retratos da Leitura apontou um crescimento pequeno entre 2011 e 2015, no Brasil. Em 2011 os leitores representavam 50% da população, em 2015 eles são 56%. Infelizmente essa estatística aponta que 44% da população brasileira não lê! E o pior: 30% nunca comprou um livro.

Thiago Alves, escritor e artista plástico, assegurou que ações como “Biblioteca Viva” estimulam o crescimento do índice, dada a facilidade com que o leitor pode trocar o seu livro por outro, sem cadastro, sem pagamento, sem burocracia.

Sander Lee anunciou que nos dias 7 e 8 de outubro a Paraíba estará sediando o Encontro Paraibano de Biblioteca Escolar – EPABE, sendo o evento uma realização CRB-15, APBPB e UFPB, com o apoio da FUNESC. A abertura ocorrerá na UFPB e as atividades do dia 08/10 acontecerão na Fundação Espaço Cultural. Reconhecidamente é um evento que promove o acesso à leitura, com base na Lei 12.244/2010, que dispõe sobre a universalização das bibliotecas nas instituições de ensino no Brasil, e deve atrair, além dos profissionais da informação, os agentes de leitura da capital e do interior.

Vale ressaltar que a pesquisa ‘retratos da leitura’ só considera leitor quem leu, inteiro ou em partes, pelo menos 1 livro nos últimos 3 meses.

 

Cordelistas concedem entrevista à TV Assembleia sobre projeto de leitura

tvOs poetas cordelistas Sander Lee e Thiago Alves falam na TV Assembleia, de João Pessoa, nesta sexta-feira, 09, sobre o projeto “Biblioteca viva”, concebido e promovido pela Academia de Cordel do Vale do Paraíba, que consiste na instalação de expositores de livros em locais públicos para troca livre, sem burocracia. O projeto teve início no Fórum Cível Mário Moacyr Porto, na capital da Paraíba.

A TV Assembleia opera em sinal aberto e em formato digital desde 2004, com programação destinada a dar transparência efetiva à atuação dos parlamentares e divulgar a cultura paraibana.

A programação tem produzido entrevistas com artistas, jornalistas e personalidades de destaque nas diferentes esferas sociais, bem como edições especiais acerca de fatos históricos da Paraíba. Os estúdios da TV AL, Canal ll NET, foram reformados e receberam novos cenários, com destaques para os painéis focalizando pontos marcantes da Paraíba. No início, a programação foi ao ar através do canal 36 da BIG TV, posteriormente através dos canais 26 e 22 e, agora disponibilizada no canal 11 da NET TV e o canal 40.2 em sinal aberto digital.

Cordel de Fábio Mozart baseia dissertação de mestrado na área social

fabio-300x280O folheto “Mari, Araçá e outras árvores do paraíso”, de Fábio Mozart, é uma das obras referenciais na dissertação de mestrado da pesquisadora Kely Cunha, de Mari. Trata-se de um estudo sobre a prática educativa dos Agentes Comunitários de Saúde naquela cidade paraibana. No entanto, a mestranda faz um “regresso” histórico para evidenciar que os agentes não são fruto do SUS, mas de lutas e reivindicações populares e o fato de Mari ter sido marcada pela chacina dos camponeses indica que este acontecimento causou um refluxo nas organizações populares locais. “Por isto, estou buscando material que possa me dar informações/indícios sobre essas organizações e o folheto ‘Mari, Araçá e outras árvores do paraíso’ é um ótimo referencial desses fatos históricos”, disse Kely.

O comunicador Manuel Batista prefaciou a obra em sua primeira edição, lançada em 2009. “Fábio Mozart é cidadão emérito de Mari, porque sua prodigalidade nos rendeu frutos que ainda hoje florescem na cidade, durante o período em que aqui viveu. Ele é um artista que faz questão de repassar conhecimentos. Fundou o grupo de teatro, jornal e outros empreendimentos sócio-culturais, a exemplo da rádio comunitária”, escreveu Batista.

O cordel “Mari, Araçá e outras árvores do paraíso”, de Fábio Mozart, foi inserido na grade curricular da rede de ensino do município de Mari, através de projeto de lei apresentado pelo vereador Gugu Xavier (PTdoB), em dia 19 de fevereiro de 2013. Na justificativa, o vereador explica que a literatura de cordel é um veículo de fabuloso fomento à identidade regional, tendo nas camadas populares seus mais constantes e fiéis consumidores, sendo através dos tempos valorizada e cultuada como a verdadeira e autêntica literatura nordestina, o livro de bolso do povo da região. “O estudo de nossa história através do cordel “Mari, Araçá e outras árvores do paraíso” vem recuperar nossa identidade, com ótimo resultado na auto estima do aluno que entrará em contato com o gênero mais identificador de nossa cultura, ao mesmo tempo em que aprenderá sobre os fatos marcantes da história de Mari e seus filhos ilustres”, diz Gugu no documento.

 

Poeta de Itabaiana assume presidência da Associação Paraibana dos Bibliotecários

asa

O poeta Sander Lee, de Itabaiana, é candidato em chapa única na eleição que será realizada nesta quarta-feira, 31 de agosto, para renovação da diretoria da Associação Profissional dos Bibliotecários da Paraíba. A eleição será realizada às 19 horas na Coordenação do Curso de Biblioteconomia da Universidade Federal da Paraíba.

A Associação foi fundada no dia 11 de agosto de 1975, em Joao Pessoa, como uma instituição de direito privado, sem fins econômicos de lucro, e tem a sede e o foro na Capital, na Rua Rodrigues de Aquino, 320. A diretoria da entidade se compõe ainda de Rosa Brito, na vice-presidência, Adriana Uchôa na tesouraria, Tatyane Ortis como 1ª secretária, Ricardo Lima na segunda secretaria, Edilson Melo e Sander Brown na Secretaria Sócio-cultural.

“Uma das minhas primeiras providências será a realização de uma mesa redonda com poetas cordelistas da Academia de Cordel do Vale do Paraíba e outros escritores paraibanos”, informou Sander Lee. Para ele, será uma honra a escolha do seu nome. “A Biblioteconomia para mim é corda do coração! Durante a minha primeira graduação em Pedagogia, em 1985, sempre que ouvia falar em Biblioteconomia, dizia no íntimo que um dia faria este curso”, confessou ele.

Conforme Sander Lee, as ações da APBPB são todas voltadas para a melhoria das relações com as pessoas e para a excelência dos profissionais de informação, servindo à comunidade, estimulando e auxiliando na instalação de bibliotecas e o livre acesso. “Na Academia de Cordel, já realizamos um trabalho de formação de leitores com o projeto Biblioteca Viva, e iremos trabalhar ainda mais para avançar nesse campo”, finalizou.

Contato: (83) 9-9628-4756